Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

Privilégios e Diferenças... em Ortiga.

 

Todas as terras, todos os lugares têm a sua história; mais ou menos longa, mais ou menos rica, mais ou menos conhecida ou reconhecida mas todos têm a sua.

Muita da história de cada lugar é transportada pelos seus habitantes; o que comem, o que vestem, como falam, como sonham... são carimbos filogenéticos, são carimbos do tempo nas folhas da vida de cada um.

Salvo raras excepções, todos nós temos orgulho no nosso passado. É no passado que ancoramos o presente e projectamos o futuro.

             Não há homem sem história e não há história sem homem.

Há poucos dias tive oportunidade de estar em duas cerimónias em que se comemorava, a história, o tempo, a memória, o passado.

A Freguesia de Ortiga e a Liga Regional de Melhoramentos de Ortiga festejavam, de mãos dadas, os oitenta e setenta e nove anos respectivamente.

Comemorações simples mas carregadas de simbolismo.

Um conterrâneo Júlio Zambujeiro (Júlio Filipe) tributou a história da sua terra com a publicação de um livro que é, todo ele, um poema de amor à "sua" Ortiga, às suas "Raízes" ao Tejo que é sem dúvida um dos principais orgulhos, um dos principais privilégios Ortiguenses.

O autor entregou todos os direitos de autor ao Centro de Dia de Nossa Senhora das Dores - Ortiga.

(...)

Abraçada ao Tejo!

Que soberbas imagens!...

Mordidos de inveja,

"Eles " vêm de longe..., de outras paragens, Fantasiar nomes pràs suas paisagens!

(...)

Júlio Zambujeiro, Raízes

 

Foi ainda inaugurada uma exposição fotográfica com fotografias de todos os Presidentes da Junta de Freguesia de Ortiga.

Uma terra que tributa assim o seu passado é seguramente uma terra com muito futuro.

Foi também para mim um privilégio estar presente nas comemorações dos setenta e nove anos da Liga Regional de Melhoramentos de Ortiga. O Festival da Diferença foi para mim o momento alto. Jovens e menos jovens de três instituições de Abrantes, Entroncamento e Tomar, com diferenças notórias aos mais variados níveis proporcionaram momentos de rara beleza especialmente ao nível da dança levando literalmente ao rubro o, completamente cheio, salão da Liga.

Foi claramente diferente!!!

Parabéns.

 

 

José António Almeida

 

publicado por José António Almeida às 18:01

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30

.posts recentes

. Mentes brilhantes

. Os Novos Heróis de Mação ...

. Depressões degradantes...

. Não vai ser fácil substit...

. Infantilidades e brindes

. Infantilidades e preserva...

. Privilégios e Diferenças....

. Tem a palavra Srª Deputad...

. A solidariedade ainda é o...

. CEM MIL PROFESSORES A PED...

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds