Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008

Legitimidade Democrática!!!???

 

A saída de Correia de Campos do Ministério da Saúde só por si é motivo mais que suficiente para os Portugueses andarem menos deprimidos. Imagine o amigo leitor a festa que seria se mais dois ou três Ministros abandonassem as suas funções.

Perfeito, perfeito, perfeito seria que a senhora Ministra da Educação abandonasse o seu Ministério e levasse consigo todas, mesmo todas as suas decisões, toda a sua política de confronto, de precipitação, de arrogância, muitas vezes de ignorância e desconhecimento gritantes.

Muitos membros do governo e do aparelho socialista têm afirmado ter legitimidade democrática para governar. É verdade que têm legitimidade para governar mas não assim; não foi este programa que ganhou as eleições, não foram estas medidas que deram uma maioria absoluta, não foi para serem afrontados desta maneira que os Portugueses confiaram neste governo. Se o povo português tivesse conhecimento deste programa que o Sr. Engenheiro está a levar a efeito tenho a certeza que a maioria absoluta seria uma miragem. Os portugueses encomendaram caviar e foi-lhes servida tinta de choco; não tem nada a ver mas é da mesma cor.

O governo pode ser legítimo mas a governação é seguramente de uma ilegitimidade total. Se o governo do PSD foi corrido à vassourada pelo Senhor Presidente da República, este governo do Senhor Engenheiro merecia uma varredora mecânica porque já não há vassouras suficientes para varrer toda a porcaria produzida.

Quanto à actividade política no Município de Mação exercida pela oposição socialista, o amigo leitor tem lido, certamente com atenção, alguns comentários de “ilustres” articulistas do “Voz da Minha Terra” tecendo inúmeras considerações, pouco abonatórias, acerca do desempenho do Executivo Municipal. Sendo useiros e vezeiros em acusações sem fundamento, em avaliações enviesadas e muitas vezes revelando um desconhecimento total, o crédito das suas afirmações é diminuto, no entanto sempre podem apanhar algum leitor mais distraído que assuma como verdadeiras as inverdades proferidas.

O trabalho feito pelo Executivo é conhecido e reconhecido dentro e fora do Concelho.

A melhoria abismal nos equipamentos e serviços educativos, o lançamento das bases para uma nova floresta, a melhoria dos equipamentos desportivos bem como a organização de eventos desportivos de dimensão nacional, a afirmação do Museu em termos internacionais, as respostas sociais, a resolução contínua das necessidades básicas, são uma realidade, (não são fantasias Dr. Neto) por muito que custe às más línguas habituais.

O reconhecimento exterior do trabalho dos autarcas executivos de Mação está bem patente na eleição por unanimidade do Dr. Saldanha Rocha como presidente da Comunidade Urbana do Médio Tejo.

 

José António Almeida

 

 

 

P.S. Portugal está a ficar perigoso, muito perigoso. Pela primeira vez, depois do 25 de Abril, um sindicalista foi condenado a pena de prisão porque participou numa manifestação que não tinha sido comunicada às entidades competentes. Se a moda pega…

publicado por José António Almeida às 09:12

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30

.posts recentes

. Mentes brilhantes

. Os Novos Heróis de Mação ...

. Depressões degradantes...

. Não vai ser fácil substit...

. Infantilidades e brindes

. Infantilidades e preserva...

. Privilégios e Diferenças....

. Tem a palavra Srª Deputad...

. A solidariedade ainda é o...

. CEM MIL PROFESSORES A PED...

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds